sábado, 12 de fevereiro de 2011

CANÇÃO BRANCA



Eulália M. Radtke
Poema que  venceu em primeiro
Lugar o  concurso de poesia  no Espírito Santo
Com 4500 poetas inscritos que falam a língua
Portuguesa em diversas nações.



NA PEDRA ESTÁ ESCRITA A  HISTÓRIA.
HISTÓRIA DE HOMENS INTEIROS E MEIOS
COM TANTA DOR E LIRISMO QUANTO CABEM
NO MUNDO.


MAS DIFERENTES DOS  HOMENS
SÃO OS PÁSSAROS
_AGRIMENSORES DA PAZ NA CANÇÃO PERFEITA.

AH! EU QUERO QUE O AMOR ESCORRA QUENTE
POR ENTRE AS FENDAS DA MEMÓRIA.
E NÃO IMPORTA QUE EU TENHA A FRONTE RUGOSA
OU QUE O CANTO DE ALGUNS HOMENS
TENHA GOSTO DE LIMO.

NÃO IMPORTA.
QUERO DESFAZER TEIAS DE MISTÉRIOS,
NÓS DE LAÇOS
E TODAS AS DISTÂNCIAS ENTRE O GESTO
E A EMOÇÃO,
_PORQUE DOLORIDAS SÃO AS VÍCERAS DAS GUERRAS
  PORQUE IMENSOS SÃO OS ATOS DA PAZ.


           EU SOU ESTE ALDEÃO
            DEUS,
            QUE SOBE À CENA
            PARA INTERVIR NA MARCHA
            DO MUNDO”

Nenhum comentário:

Postar um comentário